Busca avançada
Imóveis favoritos (0)

Queda da taxa Selic deve favorecer mercado imobilirio

28/01/2017
Compartilhe:

O Copom (Comitê de Política Monetária) anunciou, neste mês, uma redução da taxa Selic, que corresponde índice de juros básico do sistema financeiro do Brasil, de 13,75% para 13% ao ano. O corte, de 0,75 ponto percentual, é o maior em quase cinco anos, sendo que a última queda semelhante foi em abril de 2012, quando passou de 9,75% para 9% ao ano. Com essa mudança, a Selic deve fechar 2017 com uma taxa de 9,75% para 9,50% ao ano, com previsão de inflação estável em 4,50%, em 2018 , de acordo com especialistas.

Com esse anúncio, os bancos optaram por reduzir as taxas que são cobradas dos consumidores, tanto pessoa física quanto jurídica. No caso do Banco do Brasil o juro do rotativo do cartão de crédito deve encolher em 4 pontos percentuais, com uma taxa média de 15,18% cairá para 11% ao mês. Já, o Bradesco anunciou a redução das taxas de juros para as linhas de crédito pessoal, financiamento de veículos e cheque especial, entre outras.

Em novembro, a Caixa Econômica Federal também anunciou a redução da taxa de juros do financiamento imobiliário. A medida repassa ao consumidor a queda de 0,25 ponto percentual da Selic em todas as linhas oferecidas pelo banco público. Com isso, o custo do financiamento passa a variar de 9,75% a 11% ao ano nas concessões dentro do SFH (Sistema Financeiro Habitacional, que utiliza recursos da poupança) e de 10,75% a 12,25% nas linhas com recursos livres, para imóveis mais caros.

28/01/2017
Compartilhe:
Participe! Deixe seu comentário sobre este post
Av. Picadilly, n 100 Lojas 118/119 - Alphaville Lagoa dos Ingleses Nova Lima - MG
Mapa

Nosso site tem a versão MOBILE